In EXPO PRESENTE

Humor Líquido

A invenção do compasso

Inauguração quarta-feira, 23 Junho | das 17h às 20h
Exposição:  24 de junho  a 13 de julho de 2021 | Segunda a Sábado, 14h30 – 19h

Espaço Camões da Livraria Sá Costa

Praça Luís de Camões, 22 – 4º andar,  1200-243, Lisboa 

A exposição “a invenção do compasso” do Colectivo Humor Líquido, formado pelas artistas: Ana Mata e Catarina Domingues, Anabela Mota, Marta Castelo, Nádia Duvall, Sara Belo e Teresa Projecto, é composta por uma articulação de várias peças do Humor Líquido, abrangendo a escultura, a fotografia, o vídeo e a instalação.

Tentamos tornar manifesta a invenção do compasso. A partir de um centro, tomamos distância — e o compasso pode ser o instrumento que transporta essa medida justa, nascida da rotação e abraçando a potencialidade do descentramento. Inventamos um ponto e, a partir dele, ensaiamos o movimento infinito da circunferência. Ou da repetição, infinitamente diferente: o compasso gera ritmo, passo, possibilidade.

Humor Líquido, junho 2021

 

O colectivo / humor líquido

O humor líquido é um lugar de encontro de gestos criativos. Estes nascem de uma conversa fluente e contínua. A identidade deste colectivo é a da própria fluência do diálogo: existindo obras de grupo, este altera-se, em diferentes projetos, em diversas dinâmicas – onde não se excluem, nem possibilidades renovadas de colaboração, nem gestos individuais reunidos em afinidades. Este é um lugar de fluência dinâmica, um lugar potenciador da felicidade dos encontros. O humor líquido é também o meio interior da visão, aquilo que, no olhar, é atravessado. O humor líquido é o meio – ou o médium – de uma passagem. Este é um modo de olhar que pensa a sua própria natureza, bem como a poética da impermanência que ressalta do quotidiano. Assim se expressam, enquanto colectivo e em diferentes formas criativas, Anabela Mota, Ana Mata, Catarina Domingues, Marta Castelo, Nádia Duvall, Sara Belo e Teresa Projecto.

Exposições realizadas: Ensaio sobre a terra, Galeria Municipal, Montemor-o-Novo (2018); The moving north / A primavera vem do norte, Maxila Space, Londres (2018); Rumor, Ciclo Autor Maria Gabriela Llansol, Festival Silêncio’ 17 (2017). Publicações: the moving north (2018); afluentes, livros de originais em diferentes média (2018); rumor, risografia sobre papel 160g, capa papel 120g, 1 tiragem, 40 exemplares (2017).

www.humorliquido.com

____________________________________

Organizada pela Ocupart em parceria com a Sá da Costa Arte esta exposição, tem o apoio da Faculdade Nacional de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Poderá ser visitada até 13 de julho, de segunda a sexta, das 14h30 às 19 horas, na Praça Luís de Camões, 22, 4º andar, 1200-243 Lisboa, ou noutro horário mediante marcação prévia para geral@ocupart.pt ou para a.sadacosta.mi@gmail.com.